Penápolis, Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021
Folheie o jornal
Colunas / Eu Mesma
Eu Mesma

05/02/2019
Tamanho da letra
A-
A+

APENAS UM MERGULHO

 

  O verão, que tem início em 21 de dezembro e termina por volta de 20 de março, é uma das estações do ano mais bonitas e alegres. Neste período, as temperaturas permanecem elevadas e os dias são longos, propícios para um banho de cachoeira, um mergulho na piscina, no mar, no lago ou no rio! Geralmente, o verão é também o período do ano reservado às férias.

            Nesta estação aumenta o número de situações que trazem risco para o banhista. Quem nunca se empolgou e deu um mergulho de cabeça na piscina? Ações como estas podem custar à coluna vertebral, lesões graves como trauma raquimedular.

            Acidentes por mergulho acontecem com uma frequência maior do que se imagina. Segundo dados do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, o mergulho em água rasa é a quarta causa de lesão medular no Brasil. E em época de verão, o acidente ocupa a segunda maior incidência do país. Para se ter uma ideia deste número, a cada semana, cerca de dez pessoas ficam paraplégicas ou tetraplégicas ao bater a cabeça em mergulhos.

            As vítimas são indivíduos jovens, sadios, geralmente do sexo masculino, que na maioria das vezes ingeriram bebida alcoólica.

            Para que a diversão não termine em tragédia é preciso ter alguns cuidados:

• Não mergulhe em água turva;

• Antes de mergulhar, verifique a profundidade do local;

• Faça o primeiro mergulho de pé;

• Evite brincar de empurrar amigos para dentro de lagos, poços, piscinas;

• Não consuma álcool ou drogas.

            Medidas preventivas e educativas também são primordiais para a diminuição de novos casos.

            No Brasil são aproximadamente 10 mil novos casos de lesões medulares por ano, não faça parte dessa estatística, um simples mergulho pode mudar sua vida!

            Fique atento, previna-se!

            

* Letícia Sader – tetraplégica, formada em direito e funcionária pública estadual.





Compartilhe com seus amigos no Facebook

Atendimento:
18 3652-5511 / 3652-5679

Redação e Gráfica:
Av. Marginal Maria Chica, nº 1830 - CEP 16300-000 - Penápolis-SP

© 2021 Jornal Regional. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização do Jornal Regional.