Penápolis, Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019
Folheie o jornal
Dicas de Segurança

29/09/2012
Tamanho da letra
A-
A+

Curiosidades sobre o Trânsito

 

Temos usado este espaço cada vez mais para levar ao cidadão orientações sobre diversos assuntos, em especial sobre a segurança pessoal, residencial, com as crianças e no trânsito. No que se refere ao trânsito, cada vez mais se investe em educação, levando noções de trânsito, inclusive para as crianças, pois até o jovem cidadão ao conduzir sua bicicleta em via pública deve observar a sinalização para não se envolver em acidente. Este espaço tem também como objetivo orientar o cidadão para que não incorra em infrações por desconhecimento, pois o condutor habilitado não pode alegar desconhecimento da legislação. Diante disso, eis que seguem algumas curiosidades:

 

- Para a infração de falta de capacete, podem ser lavradas duas autuações, sendo uma para o condutor e outra para o passageiro, mas é claro que somente quando ambos estiverem em desacordo sendo que no caso em que apenas um dos ocupantes estiver sem capacete será lavrada uma autuação;

 

- Incorre na infração de conduzir motocicleta sem capacete contida no art. 244 I, também o condutor que utiliza capacete sem viseira e sem óculos de proteção própria, com viseira levantada, com viseira escurecida durante a noite, com película refletiva ou escurecida (de dia ou de noite) e com viseira opaca. Quando o próprio material da viseira for espelhado ou escurecido, não há infração, mas só poderá ser utilizada durante o dia, devendo ter a inscrição “uso exclusivo diurno”; 

 

- Caso o capacete não possua a viseira, o condutor deverá usar óculos de proteção regulamentado pelo Contran (não sendo permitida a utilização de óculos de sol, corretivo ou de proteção – EPI, em substituição). O capacete de segurança tem que possuir também um revestimento interno de proteção e um sistema de retenção, composto de fecho e cinta jugular, sendo proibida a utilização de capacetes do tipo “nazista” ou “coquinho”, que cobrem apenas a parte superior da cabeça. É obrigatória a aposição de dispositivos refletivos, nas laterais e na traseira do capacete de segurança em conformidade com o estabelecido pelo Contran;

 

- Na troca do sistema de suspensão (rebaixamento de veículos) não será permitida a utilização de sistemas de suspensão com regulagem de altura (ex: catraca). Para os veículos que tiverem sua suspensão modificada, deve-se fazer constar no campo das observações do Certificado de Registro de Veículo - CRV e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo - CRLV a nova altura do veículo medida verticalmente do solo ao ponto do farol baixo (original) do veículo;

 

- Em regra, ao estacionar o veículo o condutor verifica se não há placa proibindo o estacionamento, no entanto, em algumas locais não é permitido o estacionamento mesmo sem a existência de placa de proibição como, por exemplo: nas esquinas e a menos de cinco metros do bordo do alinhamento da via transversal; na pista de rolamento das estradas, das rodovias, das vias de trânsito rápido e das vias dotadas de acostamento; no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público; onde houver guia de calçada (meio-fio) rebaixada destinada à entrada ou saída de veículos; na área de cruzamento de vias, prejudicando a circulação de veículos e pedestres; em aclive ou declive, não estando devidamente freado e sem calço de segurança, quando se tratar de veículo com peso bruto total superior a três mil e quinhentos quilogramas. Ou seja, em regra não se pode estacionar em nenhum dos locais descritos MESMO QUE NÃO HAJA PLACA DE PROIBIDO ESTACIONAR.

 

- Consiste em infração de trânsito (art. 252 III) dirigir veículo com perna quebrada, colar cervical, sem condição mental, tapa olho, braço engessado, etc, e se o condutor não for o proprietário, poderá o dono do veículo que entregou o mesmo ao condutor sem condições, incorrer na Infração do art. 166 e no crime do art. 310 do CTB.

                     

1º Tenente PM Fernando da Cunha Bachiega 

Bacharel em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco





Compartilhe com seus amigos no Facebook

Atendimento:
18 3652-5511 / 3652-5679

Redação e Gráfica:
Av. Marginal Maria Chica, nº 1830 - CEP 16300-000 - Penápolis-SP

© 2019 Jornal Regional. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização do Jornal Regional.