Penápolis, Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019
Folheie o jornal
Dicas de Segurança

25/08/2012
Tamanho da letra
A-
A+

FREIO ABS E AIR BAGS SERÃO ITENS OBRIGATÓRIOS

 

Os veículos automotores modernos trazem consigo várias inovações tecnológicas que visam melhorar a potência e ao mesmo tempo reduzir o consumo e os danos ambientais provocados pela queima de combustíveis, mas uma das maiores preocupações são as que se referem aos itens de segurança, que vão desde a deformação do veículo em caso de acidente de forma que se preserve ao máximo a integridade do habitáculo do motorista e passageiros, até o uso de modernos sensores e freios mais eficientes. Atualmente vários sistemas tem sido incorporados aos automóveis, e alguns deles, devido a sua eficiência na redução de acidentes ou para evitar ou minimizar lesões de seus ocupantes, passaram a ser itens obrigatórios a partir de 2014 em todos os modelos.

De acordo com nota divulgada, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu que até 2014 todos os veículos produzidos no país deverão conter, obrigatoriamente, dois itens de segurança dos condutores: os Air Bags e o sistema antitravamento de rodas  (freios ABS). 

Os dois equipamentos estão previstos, respectivamente, nas Resoluções nº 380/2011 e nº 311/2009 do Contran. Ainda de acordo com o comunicado Oficial, esta medida foi um passo importante para diminuir os índices de mortalidade e acidentes no trânsito. Porém, muitas pessoas ainda não têm noção da verdadeira importância desses itens. 

Com o objetivo de esclarecer dúvidas, a Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) elaborou cartilhas informativas sobre o Air bag e o sistema ABS. 

De acordo com a cartilha, o Air Bag é um dispositivo de segurança complementar ao cinto de segurança, o cinto garante a retenção necessária para que o Air Bag venha a atuar com eficácia, além de garantir a correta trajetória do ocupante na direção da bolsa de ar.

Demais orientações constantes na Cartilha referente ao Air Bag:

Devido à alta velocidade de acionamento, o Air Bag pode causar lesões graves ou fatais caso o ocupante não esteja em uma posição correta.

Portanto: Não dirija muito perto do volante, Mantenha os braços posicionados na posição correta no volante;

Não posicione o banco muito próximo do painel de instrumentos;

Não fique com os pés em cima do painel;

Nunca transporte crianças em regiões próximas ao Air Bag no banco, na cadeirinha ou no colo, pois no caso de acionamento, essas poderão sofrer ferimentos gravíssimos;

Não é necessário submeter o Air Bag a revisões periódicas, entretanto o sistema deve ser inspecionado por uma oficina autorizada se a lâmpada indicadora de anomalias no painel de instrumentos permanecer acesa após a partida do veículo, acender durante a condução normal do veículo ou não acender durante a partida;

O Air Bag não emite gases tóxicos e inflamáveis, o pó branco que se desprende durante a abertura é um talco utilizado para a sua lubrificação;

Após o acionamento, não há como recuperar o Air Bag. Portanto, o sistema deve ser revisto e as peças necessárias trocadas;

O Air Bag não é projetado para acionar em qualquer tipo de colisão, parâmetro de controle de acionamento do Air Bag está associado à desaceleração do veículo, ao ângulo de colisão e ao risco de lesão grave ou fatal;

Nunca deixe objetos no colo e/ou na boca, crianças e animais entre você e o Air Bag.

Sobre o freio ABS:

É um sistema de segurança que impede o bloqueio das rodas durante uma frenagem de emergência, evitando que o motorista perca o controle sobre o veículo. Em situações de emergência, ao tentar evitar uma colisão, normalmente o condutor atua com força sobre o pedal de freio, causando o bloqueio total das rodas. O bloqueio das rodas implica na perda de aderência do pneu com o solo. Nestas situações, o veículo fica fora do controle, pois não obedece ao comando do volante. Com freio ABS, o motorista é capaz de frear e desviar do obstáculo ao mesmo tempo, minimizando a perda de controle do veículo. Ao frear no meio de uma curva ou sobre superfícies escorregadias o sistema atua para que o bloqueio das rodas não aconteça.

Nos veículos equipados com o freio ABS o condutor deve pressionar o pedal do freio com máxima força em uma situação de emergência e manter o pedal pressionado para que o freio ABS possa pressionar o pedal do freio com a máxima força e atuar com efetividade.

A atuação do freio ABS é identificada através de uma leve trepidação nos pedais em decorrência da variação de pressão dos freios para que estes não travem. Portanto não se deve aliviar a pressão do pedal do freio quando em uma frenagem de emergência em um veículo equipado com freio ABS.

Durante toda a vida útil do veículo nenhuma manutenção preventiva se faz necessária no sistema de freios por conta do ABS. Permanece o plano de manutenção do sistema de freios convencional, como substituição de fluido, pastilhas, entre outros.

Os veículos equipados com ABS possuem uma lâmpada indicativa no painel, que indica a ocorrência de qualquer anomalia no freio ABS.

 

Fonte: http://www.denatran.gov.br/ultimas/201200801_cartilhas.htm

http://www.denatran.gov.br/download/AEA_Air-Bag.pdf

http://www.denatran.gov.br/download/AEA_ABS_digital.pdf

 Associação Brasileira de Engenharia Automotiva

 

1º Tenente PM Fernando da Cunha Bachiega 

Bacharel em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco.





Compartilhe com seus amigos no Facebook

Atendimento:
18 3652-5511 / 3652-5679

Redação e Gráfica:
Av. Marginal Maria Chica, nº 1830 - CEP 16300-000 - Penápolis-SP

© 2019 Jornal Regional. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização do Jornal Regional.